Pesquisar neste blog

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Vários erros


Quem viu os erros no panfleto e me deu para colocar aqui no blog foi o Wesley Magalhães. São muitos erros. Deu vontade de colocar o panfleto inteiro, mas selecionei a parte mais problemática. (clique na foto para ampliar)

Vou listar, ok?

Na primeira linha: CD ´ s
O correto é CDs, sem apóstrofo e sem esses espaços.
Tirando os espaços, dois comentários. Primeiro: esse apóstrofo é um acento agudo, digitaram errado. Segundo: não se usa o apóstrofo ( ' ) na formação do plural de siglas. Em português, o apóstrofo indica a omissão de fonema/letra. Exemplo: copo de água = copo d'água.

No fim da primeira linha também falta algo para separá-lo do texto da segunda linha. Ou para fazer a ligação das duas linhas, se for possível.

As duas últimas linhas, embaixo do mapa, são incríveis: divirta-se com a concorância e com a coerência! Ah, achou os dois espaços duplos ali?

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Crase e espaço duplo


A crase nesse contexto já é aceita, mas não antes de palavra masculina!

Antes do sinal de adição há dois espaços, em vez de um. Isso grita aos olhos! Fica desproporcional e desarmônico, mas ninguém se preocupa. Incrível. (Claro que essa revolta não é somente por esse caso específico.)

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Concordância - "móveis infantil"


Aproveito o momento retrô para postar outra foto antiga, mas não me lembro de quando é.

O erro de concordância em "móveis infantil" lembra aquele clássico que vemos em alguns tipos de evento: "doces caseiro". Felizmente já tenho visto "doces caseiros", concordância perfeita. Espero ver "móveis infantis" também.

Ortografia - "bacalhal"


Essa foto é de 2005. Lembrei do erro e fui caçar a foto nos meus arquivos.

Bacalhau, não "bacalhal".

terça-feira, 8 de abril de 2008

Concordância - "óculos multifocal"


Óculos é um substantivo masculino plural, portanto, a concordância deve ser feita sempre no masculino plural: óculos escuros, óculos bonitos, meus óculos são novos.

Fiquei feliz com a grafia correta de "a partir de", sem crase.

Ortografia ("IBJE"), entre outros erros


Só vou comentar um erro de ortografia: o IBJE desse e-mail que recebi. Pronto, todo mundo já percebeu que o erro está no "J". O correto é IBGE. (clique na imagem para ver melhor o texto)

Considero grave porque não é uma confusão quando temos "g" e "j" com o mesmo som. A sigla é lida letra por letra, ela é soletrada. Grave isso, principalmente partindo de uma estudante do 5º semestre de uma faculdade.

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Artigo importante e crase errada


Dois problemas no informativo da loja:

1- "Toda loja"
"Toda loja" é o mesmo que "cada loja". Não é o caso. O correto é "toda a loja", que significa "a loja inteira".

2- "De 19,99 à 179,99"
Preposição sem artigo na primeira parte ("de") e preposição com artigo na segunda parte ("da" = de + a). Tem algo descompensado aí. Para haver equilíbrio, a melhor solução é tirar o artigo da segunda parte. Ficamos com "de" e "a", só. Visualmente melhor e gramaticalmente correto. Perfeito seria se fossem colocadas as unidades de valor: De R$ 19,99 a R$ 179,99.

Crase antes de palavra masculina


O erro mostrado aqui foi informado e rapidamente consertado pela Folha.

Não existe crase antes de palavra masculina. Crase = preposição "a" + artigo definido feminino "a(s)".*

No máximo, no caso do título da matéria, teríamos "ao discurso", nunca "à discurso". Aquele "a" é só preposição, não existe artigo definido ali.

*Vale dizer: a crase aparece antes de palavra masculina quando uma palavra feminina está subentendida (omitida) na construção da frase, como em "sapato à Luís XV", que é "sapato à moda de Luís XV", e "vou à João Mendes", que é "vou à praça João Mendes". Particularmente, não considero esses casos como exceções, porque a crase segue a mesma formação de preposição "a" + artigo definido "a(s)".