Pesquisar neste blog

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Ortografia – "Cemente"


Uma vez, meu pai trouxe, a pedido da minha mãe, uma bandejinha de uva-passa. Na etiqueta estava escrito: UVA PASSA S/ S. Sem o quê? Ficamos, na cozinha, conjecturando possibilidades para o S. Saroço? Sasca? A gente só podia ter bebido. Ninguém matou no primeiro minuto que era sem semente. Virou caso de piada, acho que até hoje.

Depois disso, virou piada ao quadrado quando vi o anúncio da foto: uva s/ cem.

Cemente?

Nossa! Freud e alguns linguistas explicam. Até eu, que sou mais boba. Mas para o contexto, um hipermercado, imperdoável. E continuaria imperdoável mesmo se estivesse na vendinha aqui da esquina. Que feio.

Nem é caso de falta de revisão, viu. É caso de falta de estudo mesmo. Fica feio para quem escreve e para quem não corrige. Revoltei (depois de cair na risada).


Um comentário:

Danielle disse...

UAU, Telma!

Essa eu nunca tinha visto...