Pesquisar neste blog

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Crase – "à ouro"


Foto de linda loja de bijuterias finas. Peças bonitas, crase feia.

O sinal indicativo de crase aparece para indicar que temos a junção da preposição "a" com o artigo feminino "a(s)". Como "ouro" é palavra masculina, o artigo dele é "o". Teríamos, no máximo, banhado ao ouro, caso o artigo fosse aparecer. Sem artigo, fica só a preposição. Uma preposição sozinha não faz crase.

Alguém pode pensar que seja um caso de exceção, mas não é. Quando há crase antes de palavra masculina, é porque está subentendida a palavra "moda" ou "maneira" ou alguma outra palavra feminina. Exemplos clássicos, tirados do Manual do Estadão: Salto à Luis XV (à moda de Luis XV); Estilo à Machado de Assis (à maneira de); Referiu-se à Apollo (à nave Apollo). Vê-se que a crase antes de palavra masculina ainda assim está relacionada a uma palavra feminina oculta. É possível ainda chamar de exceção?

Questionamentos à parte, ponto positivo para "a partir" sem crase! E ponto positivo para o preço grafado corretamente! Resultado: 2 x 1.


Nenhum comentário: